sexta-feira, 10 de Outubro de 2008

Bolachas recheadas


A receita da massa destas bolachas é do Le Cordon Bleu, e a sugestão de apresentação surgiu devido a um dos (muitos) cortadores que habitam, e parece que se multiplicam, num anexo da minha cozinha. È um conjunto de dois cortadores redondos, sendo que um deles tem no centro um circulo mais pequeno, fazendo lembrar um donnut.
Esta foi uma boa maneira de dar uso a um dos potes de geleia de marmelo em stock, o meu pessoal no que respeita a acompanhamento de pão e torradas é mais a dar para o salgado.
As bolachas ficaram uma delícia para os olhos e paladar, se quer servir um chá para impressionar estas são as bolachinhas ideais.


Versão de impressão e arquivo desta receita aqui.


Usei:

90g de amêndoas moídas
220g de farinha de trigo sem fermento
90g de manteiga sem sal (amolecida e não fundida)
2 c chá de raspa fina de limão
90g de açúcar branco granulado fino (caster)
1 Ovo batido (não muito grande)

Para rechear:

½ Chávena de geleia de marmelo
1 c sopa de água
Açúcar em pó para polvilhar

Fiz assim:

Peneire a farinha junto com a amêndoa, reserve.
Com a batedeira ou usando uma colher de pau, bata a manteiga com o açúcar e a raspa de limão até ter um creme fofo.
Junte o ovo a pouco e pouco, e bata entre cada adição.
Por fim junte a farinha e a amêndoa e incorpore bem, mas sem trabalhar a massa demasiado.
Forme uma bola, achate-a um pouco, envolva em película e guarde no frigorífico durante, pelo menos, 30 minutos.

Pré aqueça o forno a 180º, e prepare dois tabuleiros ou grelhas forrando-os com papel vegetal ou tapete de silicone.
Com um rolo não muito pesado, estenda a massa entre duas folhas de papel vegetal.
Corte bolachas com um cortador redondo, e em metade delas corte ao meio um círculo mais pequeno, usando, por exemplo, a parte mais larga de um bico de saco de pasteleiro.
Com a ajuda de uma espátula, coloque as bolachas nos tabuleiros e leve ao forno durante 15 ou 20 minutos, ou até que as bordas alourem.
Retire do forno e deixe arrefecer.

Num tacho pequeno, leve ao lume a geleia com a água até ter uma consistência homogénea.
(Se a geleia for muito liquida, dispense este passo ou use doce ou compota).
Separe as duas metades das bolachas.
Polvilhe com açúcar em pó as cortadas no centro, e nas outras deite uma colher de geleia, coloque sobre esta a metade com açúcar e pressione um pouco.


Estas são a versão "mini", feitas com as sobras da massa e recheadas com pasta de macadamia.
Uma delicia e sem migalhas!

Notas:

A massa fica um pouco mole, por isso mantenha-a no frigorífico enquanto não a está a trabalhar.
Em vez dos 30 minutos de repouso indicados na receita, a massa pode permanecer mais tempo refrigerada, até de um dia para o outro.
Podem ser usados outros doces ou até outros tipos de recheio para as bolachas, vá de acordo ao seu gosto pessoal e disponibilidade de ingredientes.

Veja também: Bolachas de especiarias.

24 comentários:

  1. que lindas bolachinhas amiga,comia agora já umas poucinhas,parabéns amiga,jinhos

    ResponderEliminar
  2. Ficaram tão lindas :)
    Adoro o sabor de limão e amêndoa em bolachinhas.

    ResponderEliminar
  3. Vou anotar, porque bolachas caseiras não são dispensadas.
    A pasta de macadamia fizeste moendo as ditas cujas e misturando com manteiga e pouco açúcar ou encontra-se feita (tipo manteiga de amendoim)?
    Ficaram um must!

    ResponderEliminar
  4. Querida, que lindos!! amei o uso do marmelo.vou ver se acho por aqui.E as com pasta de macademia tambem.vc sempre um luxo.

    ResponderEliminar
  5. Pronto, mais um cortador para a minha whish list...qualquer dia passou a guardá-los no teu anexo, pois a minha casa miniatura está a rebentar pelas costuras.

    Estão com um aspecto mimoso e delicioso (restou alguma coisa para o farnel de amanhã?).

    bjs

    ResponderEliminar
  6. Que giras... o livro de bolachinhas da Cordon Bleu é mesmo porreiro :)

    ResponderEliminar
  7. Parece-me tao boas, com o uso de amendoas e raspas de limao.Preciso ainda me aventurar a fazer bolachinhas.

    Beijos e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  8. Eu gostei muito dos cortadores também.

    ResponderEliminar
  9. Marizé, sempre quis fazer estas bolachinhas mas sempre acabo adiando... Amei as suas duas versões!

    ResponderEliminar
  10. Adoro estas bolachinhas elas são perfeitas para os meus lanchinhos. Já anotei.
    Bjs!

    ResponderEliminar
  11. hummmm, que biscoitos mais atraentes. Deu vontade de pegar um. Bjs.

    ResponderEliminar
  12. muito lindas. espumantes olhos! Eu gosto. yeah saw them on food gawker. bravo! :)

    ResponderEliminar
  13. Que cortadores mais fofos! Nunca fiz biscoitinhos recheados com geléia, sempre tenho vontade... :D

    ResponderEliminar
  14. ficaram maravilhosos
    estes com o furinho e a geléia estão demais
    tenho que fazer biscoitos qualquer dia, mas não tenho cortadores

    ResponderEliminar
  15. Eu fiquei impressionada!...
    Para dizer a verdade, até dispenso o chá...;)
    Estão super bonitas e aposto que deliciosas!

    Beijinhos!

    ResponderEliminar
  16. Delícia de cooks Marizé, Le cordon não é mole não!! Parabéns pelo prato bem executado. Grande beijo!!

    ResponderEliminar
  17. Além de lindas eu fiquei encantada com a receita!!

    www.saboresdalica.blogspost.com

    ResponderEliminar
  18. Sempre tenho dificuldades em 'acertar' o centro, para fazer o círculo menor... adorei esta forminha já preparada!

    E recheadas, fiaram lindas! A massa das bolachas deve ser ótima também, anotada!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  19. maravilha de bolochas..tô literalmente ..babando..bjus

    ResponderEliminar
  20. Ficaram tão bonitas!! E muito apetitosas também!
    As fotos estão lindas!

    beijinhos

    ResponderEliminar
  21. Amei essas bolachinhas. Já, já, aparecem na minha cozinha :-)

    Beijos!

    ResponderEliminar

Regras:
- Os comentários de spam e publicidade serão imediatamente apagados.
- Os comentários anónimos são permitidos mas moderados.
- Os comentários não reflectem a opinião dos administradores do blog.
- As questões colocadas serão exclarecidas via e-mail se o mesmo for disponibilizado pelo comentador.
- A sua opinião é importante para nós.