sexta-feira, 25 de setembro de 2009

Trifle de frutos silvestres

A primeira vez que fiz este doce foi para levar para um almoço partilhado com os meus colegas músicos. Tinha sido apanhada de surpresa e eram 19horas do dia anterior quando caí na realidade de que no dia seguinte ás 8,00h eu teria de ter uma sobremesa para um grupo enorme de gente.
No congelador:
claras, e frutos silvestres, alguns do meu jardim, outros oferecidos e outros que foram sobrando daqui e dali. Camada de bolo, frutos, creme e coulis e estava o assunto resolvido! A segunda vez fui mais cuidadosa com a apresentação, desta vez o grupo de comensais seria recebido em minha casa, e eu já não me podia esconder no anonimato que é levar um doce para colocar numa mesa comum onde já estão mais um dúzia deles.
Felizmente para mim entre os convidados haviam bons fotógrafos por isso, e só desta vez as fotos não são minhas mas sim do R. e da S. Obrigada malta, o problema é que acabei de elevar a fasquia da qualidade fotográfica deste blog a um nível que não vou conseguir manter.



Versão de impressão e arquivo


Usei:

1 Bolo de claras, ou outro a gosto
300ml de natas
250g de mascarpone
½ Chávena de açúcar em pó
¼ Chávena de licor de groselhas negras (cassis)
1 Chávena de açúcar branco granulado
1 Chávena de água
+ Ou – 250g de frutos silvestres (groselhas, framboesas, mirtilos, amoras, morangos)
Mais um pouco para o coulis
Açúcar a gosto (usei 1 chávena de fruta e 1/3 chávena mal cheia de açúcar gelificante)


Fiz assim:

Prepare o bolo numa forma de bolo inglês forrada com papel vegetal.
O bolo fica húmido, por isso deixe arrefecer antes de desenformar.
Bata as natas com o açúcar em pó até ficarem fofas, junte o mascarpone e bata mais um pouco. Reserve no frigorífico.
Prepare uma calda com o açúcar branco e a água, levando ao lume até atingir a consistência de xarope. Retire do lume e junte o licor.
Corte o bolo em fatias e pincele com o xarope, volte as fatias e pincele novamente.
Disponha parte das fatias de bolo numa taça, por cima deite um punhado de frutos e depois cubra com parte do creme. Repita a operação até chegar ao topo da taça e terminando com o creme de mascarpone. Reserve no frigorífico.
Com os restantes frutos e o açúcar prepare um coulis: leve a fruta com o açúcar ao lume brando até quase derreter os frutos e os morangos ficarem brancos.
Retire do lume, triture e deixe arrefecer completamente antes de deitar por cima do trifle.
Sirva bem fresco.

Notas:

O creme pode ser apenas de natas batidas com açúcar, o licor pode ser substituído por outro a seu gosto, ou para combinar com outras frutas que se usem. Assim como pode usar um outro bolo como base, claro que convêm que tenha um sabor suave para não interferir com a fruta.
Enfim, esta não é uma receita rigorosa mas sim um guia para se poder usar a gosto de cada um.

16 comentários:

  1. Eu nunca provei Trifle de maneira nenhuma, no entanto, e independentemente daquilo que leva, têm todos óptimo aspecto e essas camadas dão um aspecto excelente. Adorei. Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Que aspecto delicioso! Anotada! bjinho

    ResponderEliminar
  3. Assino em baixo no que disse a Laranja com Canela: uma verdadeira delícia! Estou doida para o experimentar cá em casa.

    Beijo *
    Mariana

    ResponderEliminar
  4. Fiquei rendida a este doce .. :)
    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  5. Só te esqueceste de falar numa galifona que fez uma grande choradinho para levar um tupperware de trifle para casa ;-)

    Delícia - a "boca" é para a Laranjinha e para a Mariana - é uma palavra muito fraca para descrever essa sobremesa: eu diria SUBLIME.

    bjs

    ResponderEliminar
  6. Hum,acho que nunca comi triflé.Mas é melhor experimentar por alguém que saiba fazer,porque eu fazer ai ai nao garanto que saia coisa de jeito.Acho que pa próxima,trago um tupperware e venho pedinchar um pouquito.
    Jocas gordas
    Lena
    blog
    www.aldeiadaminhavida.blogspot.com

    ResponderEliminar
  7. A verdade verdadinha é que se o trifle não estivesse bom nem tão bem apresentado, não teria feito este furor todo e nem haveria fotografia que se aproveitasse! ;)


    R.

    ResponderEliminar
  8. Pois é, senhora pipoka, mas como uma "galifona" (nas palavras de sua excelência) se fez ao doce, nós ficámo-nos mesmo pelo delicioso. Mais umas trincas e teria chegado ao sublime! :P

    ResponderEliminar
  9. As tuas fotos não ficam atrás destas :) É impressão tua!
    Este trifle está espectacular!

    ResponderEliminar
  10. Perdão m'ina pipoka, o trifle não estava SUBLIME, estava MUITA SUBLIME! E a malta sabe que eu nem sou de fazer muito barulho por doces, mas este... estava divino. Não há fotos que lhe cheguem aos calcanhares! ;)

    Bj e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  11. ... ups... as minhas palavras viraram-se contra mim...

    ResponderEliminar
  12. bem Marizé.. com tantos elogios e com estas fotos magníficas acho que nem preciso dizer mais nada... rsrsrs

    ResponderEliminar
  13. que bom !!!!!!!!!!!!
    fiquei mesmo a babar !

    bjka e bom domingo

    ResponderEliminar
  14. esta demais marize. uma maravilha a chamar por mim:-)
    bom fim de semana

    ResponderEliminar
  15. Parece maravilhoso.
    Fiquei tentanda a reproduzir essa receita o mais rápido possível.
    Bjos

    ResponderEliminar

Regras:
- Os comentários de spam e publicidade serão imediatamente apagados.
- Os comentários anónimos são permitidos mas moderados.
- Os comentários não reflectem a opinião dos administradores do blog.
- As questões colocadas serão exclarecidas via e-mail se o mesmo for disponibilizado pelo comentador.
- A sua opinião é importante para nós.