quarta-feira, 12 de março de 2008

Risoto de pato à Bernardino

A receita era apenas pato à Bernardino e consta no livro de Pantagruel.
A meio da sua preparação resolvi dar-lhe uma volta de 180º, e transforma-la num delicioso risoto.
Qual é o português que resiste a um arroz de pato? Eu não!
Fiz o estufado na panela eléctrica de cozedura lenta, mas dou-vos as duas versões de preparação para que possa ser acessível a todos.

Versão de impressão e arquivo desta receita: aqui



Usei:
Para estufado

1 pato do campo
3 cebolas roxas em rodelas
2 cravinhos da índia
2 dl de vinho tinto
3 dl de água
1 c chá de farinha
½ ramo de salsa picada
1 folha de louro
3 bagas de pimenta da Jamaica
1 c sopa de manteiga
sal

Para o risoto

2 c sopa de azeite
1 chalota picada
1 chávena de arroz arbóreo
1 copo de vinho tinto
½ chávena de parmesão ralado na hora

Fiz assim:

Cozi as cebolas na manteiga até ficarem macias.
Polvilhei com a farinha e envolvi muito bem até ganhar cor, dilui-se com a água, junta-se o cravinho esmagado, o louro, a salsa e o vinho.
Deixa-se fervilhar lentamente em lume brando durante 5 minutos.
Esfrega-se o pato com sal e sela-se muito bem num tacho largo e de fundo pesado. Vai-se picando o pato para ir largando gordura, se for muita retire-a com uma colher.
Rega-se o pato com o molho de cebolas, e coloca-se tapado em forno brando para estufar lentamente.
Ou transfere-se para a panela de cozedura lenta, e deixa-se no modo baixo durante 4 a 6 horas.
De ambas as maneiras, não há evaporação de líquidos, o que produz o caldo necessário para confeccionar o risoto.

Depois do pato estar macio e de a carne se soltar facilmente dos ossos, retire do forno ou panela, e coe o caldo reservando-o.
Retire a pele e os ossos ao pato e reserve a carne.

Refogue a chalota no azeite, e quando começar a alourar junte o arroz, envolva bem com um garfo de madeira e depois do arroz ter absorvido o azeite, refresque com o vinho tinto.
Vá adicionando conchas do caldo do estufado até o arroz ficar al dente, uma depois da anterior ter sido absorvida.
Se o caldo não for suficiente, acrescente água.
Misture a carne do pato e o queijo, envolva bem e sirva de imediato.

Notas:

Para eliminar o excessivo sabor a gordura do pato, e antes de o temperar, esfregue-o com um limão e deixe repousar por uns minutos.
Sirva o risoto com uma boa salada de legumes crus.
Tenha em consideração que o queijo é salgado.

O tempo normal de cozedura do arroz arbóreo é de 20 minutos.

35 comentários:

  1. Marizé adorei este risotto de pato! Achei a receita deliciosa e vai já para a minha lista de receitas a fazer.
    A foto está excelente!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  2. Amiga,

    Eu é que vou fechar para balanço e dedicar-me à cópia...esta receita está divina!

    bjs

    ResponderEliminar
  3. Minhas senhoras, a cópia (autorizada) de material de qualidade quando bem feita é na mesma arte!

    ResponderEliminar
  4. Tão empenhada estava eu que lá foi o comentário antes de terminar. Ando a ver se me convenço a experiemntar comer pato. Este teu lindo risotto foi um contributo precioso.

    Bj grande

    ResponderEliminar
  5. Uau ...que diferente é difícil encontrar receitas com pato tão apetitosas!!!Já anotei.
    beijoks

    ResponderEliminar
  6. Uau ...que diferente é difícil encontrar receitas com pato tão apetitosas!!!Já anotei.
    beijoks

    ResponderEliminar
  7. Eu amo risoto mas nunca comi pato, Marizé - que cara boa essa comidinha tem!

    ResponderEliminar
  8. Risoto é um prato que me remete a sensação de carinho, conforto amei sua receita!

    ResponderEliminar
  9. Que belo risoto; o pato feito dessa forma deve ficar uma maravilha...

    ResponderEliminar
  10. Esta é daquelas raríssimas receitas que me convencem, assim, sem reservas!
    Coitado do velho Pato à Bernardino; nunca mais se vai ouvir falar dele, depois disto.
    No Sábado vou ter amigos a jantar e vai ser este Risoto, sem medo nem ensaio, porque só pode mesmo ser MUITO BOM!

    Obrigado Marizé, por tê-lo partilhado.

    ResponderEliminar
  11. olha Marizé... nem sei o que te diga... fiquei sem palavras
    há dias que espero ansiosamente este "ensaio" para ver o que saía.... valeu bem a pena a espera!!!
    agora estou ansiosa pelos próximos ensaios.

    ResponderEliminar
  12. Parece tao bom, mas devo confessar que nunca comi pato. Quem sabe ja e tempo de tentar pois a receita esta aqui.
    bjs

    ResponderEliminar
  13. Um risoto bem feito merece aplausos, e este está maravilhoso.
    Bjs!

    ResponderEliminar
  14. Marizé, esse risoto está fenomenal! Adorei. Bjs

    ResponderEliminar
  15. Gosto muito de pato e esta receita está com óptimo aspecto
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  16. Deve ser muito bom. A foto está excelente!
    Beijos :)

    ResponderEliminar
  17. Menina, eu nunca cozinhei pato, mas sempre peço em restaurantes...
    Adoro!!!
    Gostei da do risoto, qdo eu comprar um patinho tentarei fazer!
    Bjos!

    ResponderEliminar
  18. Menina está de comer e chorar por mais adorei podes colocar mais um pratinho vá não digas que não eu gosto muito um beijo. Natércia:))

    ResponderEliminar
  19. O risotto está de matar, com vinho tinto, ui, uma delícia!

    O pato, nunca quis experimentar, meu marido diz que é muito bom! No sul do Brasil, onde é hábito alimentar o consumo de pato, ele se delicia!

    E o que são aquelas tirinhas?

    Beijinhos,

    ResponderEliminar
  20. nunca fiz pato e nem sabia preparar. Legal saber e parece que fica com um molho bem gostoso. Eu tambem uso limao sempre que compro frango, mesmo que seja somente peito. gosto de esfregar e deixar um pouquinho para tirar o cheiro.

    nunca comi risotto de pato, essa tua criacao ficou divina.

    ResponderEliminar
  21. Marizé nunca fiz pato na minha vidoca...mas aprecio enormemente a carne....o maridoco está aqui do lado babando pela receita.....
    Divina.....foto linda....
    Bjcas para ti.

    ResponderEliminar
  22. Marizé, aqui nesta tua cozinha, tudo é especial...
    Adorei!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  23. OI Amiga estava sem micro volto hoje rsrsr passei para dizer um oi beijos

    ResponderEliminar
  24. Marizé, vou ter que tirar o chapéu... ficou um escandânlo na forma de risoto!!!

    Bjundas

    ResponderEliminar
  25. Arroz de pato é muito bom. Esta receita parece-me melhor ainda! Tanto risotto na blogoesfera está-me a deixar com fraqueza. :o) É que um saco de 1kg, aqui, custa mais de 10 euros! Mas, não sei se me vou conseguir controlar! :o)

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  26. nooooossaaa que super receita!!
    eu gosto de pato, mas por aqui não se acha tão facilmente carnes exóticas. mas tá uma receita ótima, anotada!

    ResponderEliminar
  27. Até eu que não sou chegada em arroz fiquei com vontade de experimentar... :)

    ResponderEliminar
  28. Nunca experimentei risoto de pato, mas pelo visual deve ser um espetáculo! Está lindo e saboroso.

    ResponderEliminar
  29. Marizé adoro risoto , bem cremosinho!!@! Bjks

    ResponderEliminar
  30. Marizé, não precisa ser portugues para achar este risoto irresistível. ..eu também fiquei
    cá no Brasil babando. bjoca

    ResponderEliminar
  31. http://templodogiraldo.blogspot.com/


    Passem por aqui.



    SAUDAÇÕES.

    ResponderEliminar
  32. Marizé, uma curiosidade: vocês não tem o costume de usar manteiga pra terminar o risoto ou você não colocou por causa da untuosidade do caldo ?
    E, parabéns ! Ficou com um jeitão bem gostoso !
    Se você quiser a receita do penne, é só avisar !

    ResponderEliminar
  33. risoto de pato ainda nao fiz, deve ser bom demais ! bjs

    ResponderEliminar
  34. Pato, eu só vi e mexi... mas comer que é bom, naaaada! heheheh

    Ainda tomo coragem para comprar o magret, heheheh

    ResponderEliminar

Regras:
- Os comentários de spam e publicidade serão imediatamente apagados.
- Os comentários anónimos são permitidos mas moderados.
- Os comentários não reflectem a opinião dos administradores do blog.
- As questões colocadas serão exclarecidas via e-mail se o mesmo for disponibilizado pelo comentador.
- A sua opinião é importante para nós.